Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O ministro da Comunicação Social angolano afirmou hoje que, tendo como pano de fundo as chamadas "fake news", "parece estranho discutir o tema ‘boas notícias'", sendo esse um desafio da comunicação social no mundo e também em Angola.

O Presidente da República, João Lourenço, exonerou nesta terça-feira alguns oficiais generais, depois de ter ouvido o Conselho de Defesa e Segurança.

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) de Angola expulsou 1.044 cidadãos estrangeiros na última semana, por "decisão judicial e administrativa", e deteve 365 cidadãos por "permanência e auxílio à imigração ilegal", foi hoje anunciado.

A organização não governamental Associação Justiça, Paz e Democracia (APJD) pediu hoje a aprovação "urgente" de um Plano Nacional de Combate à Corrupção e Impunidade, que deve contar com o apoio de todos os agentes da sociedade.

A Eurodeputada Ana Gomes disse, no sábado, em declarações à Lusa, que Manuel Vicente tem nacionalidade portuguesa e que o facto foi invocado pelo seu advogado numa peça processual apresentada quando o processo, Operação Fizz, ainda estava aberto em Lisboa

O ministro de Estado e do Desenvolvimento Económico e Social angolano destacou hoje as reformas em curso em Angola, que estão a trazer "maior credibilidade" ao país, o que irá facilitar o desenvolvimento económico e social.

Martin Madidi Fayulu é o candidato escolhido pela oposição para a corrida à Presidência da República Democrática do Congo. A decisão foi anunciada no domingo (11.11), após uma reunião em Genebra.

João Lourenço chega a Portugal no dia 22. Angola tem a recuperação à vista, mas as empresas ainda não confiam.

O novo líder do braço juvenil do maior partido da oposição disse ainda que a Juventude Unida Revolucionária de Angola tem a missão de "fazer a interpretação fiel da mensagem da UNITA".

A eurodeputada portuguesa Ana Gomes disse nesta sexta-feira, em Luanda, que a campanha de combate à corrupção e impunidade em Angola, liderada pelo Presidente angolano, João Lourenço, "mudou a percepção dos angolanos" e do "exterior" sobre o país.