Economia

Depois de três semanas de investigações na Administração Geral Tributária (AGT), peritos da Inspecção Geral da Administração do Estado detectaram pagamentos de vários milhões de dólares feitos no estrangeiro, em contas privadas, por trabalhos realizados no país, além de outras irregularidades graves.

As receitas aduaneiras em Angola cresceram em 2018 43,8% face a 2017, totalizando 51.703 milhões de kwanzas (145,2 milhões de euros), indicou hoje o administrador da Agência Geral Tributária (AGT) angolana.

O Banco Nacional de Angola (BNA) deu a conhecer esta terça-feira, em Luanda da ilegalidade da “Angobit”, cuja actividade consiste na prestação de serviços de pagamentos.

A receita bruta da comercialização de diamantes em 2018 em Angola atingiu os 1.223 milhões de dólares (1.065 milhões de euros), menos 10% no volume, mas mais 11% na receita, comparando com 2017, anunciou hoje a empresa diamantífera estatal.

A agência de notação financeira Standard & Poor’s considera que a economia de Angola vai crescer 2% este ano, acelerando depois para uma média de 3%, ultrapassando a recessão de 1% em 2018, que durava desde 2016.

A agência de notação financeira Standard & Poor's (S&P) reviu em baixa a Perspetiva de Evolução da economia de Angola, de Estável para Negativa, devido ao "significativo aumento" da dívida pública, e manteve o 'rating' em 'lixo'.

O ministro da Administração Pública Trabalho e Segurança Social de Angola considerou, no Cuanza Norte, que a revisão e o reajustamento da tabela indiciária de salários da função pública permitiram recuperar o poder de compra dos funcionários.

Em reação à notícia da VISÃO sobre os 3 mil milhões de euros que Portugal perdeu para Angola através do BES Angola, a eurodeputada diz: “Foi um golpe, perpetrado pelos mesmos irmãos Metralha do costume.” Já pediu esclarecimentos à Comissão Europeia e ao Banco Central Europeu.