Governador de Luanda quer fim da indigência em que vivem antigos combatentes

Governador de Luanda quer fim da indigência em que vivem antigos combatentes

O governador da província de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, disse hoje que a província controla um total de 32.212 antigos combatentes e veteranos da pátria, "muitos deles em estado de indigência", defendendo por isso melhorias na assistência social.

Falando no ato central do Dia do Antigo Combatente e do Veterano da Pátria em Angola, que se celebra anualmente a 15 de janeiro, o governador de Luanda comprometeu-se a melhorar o sistema de registo, recenseamento e identificação dos antigos combatentes, para o seu melhor acompanhamento e controlo.

"E assim vamos tentar exigir que as administrações municipais, distritais, façam tudo para dar este apoio social ao antigo combatente, devemos encontrar política e mecanismos que permitam tirar esses valorosos cidadãos e seus familiares da condição de mendicidade", observou.

Defendeu que as relações com as associações deste setor deverão ser melhoradas e consolidadas, para "garantir o apoio direcionado, sistematizado e regular aos seus filiados e deste modo se evitar os famosos fantasmas que muitas vezes aparecem", em torno dos antigos combatentes.

Em paralelo, noutro ponto da cidade de Luanda, um grupo de antigos combatentes juntou-se esta manhã, em protesto, em frente ao antigo edifício da Assembleia Nacional, exigindo apoios, o que obrigou à intervenção da polícia.

Durante a cerimónia oficial, Adriano Mendes de Carvalho afirmou que uma atenção especial deve ser dada à promoção do autoemprego, empreendedorismo, habitação, assistência médica e medicamentosa, a sua inserção no sistema do ensino, nas acessibilidades e transportes públicos.

"A todos antigos combatentes garantimos que o governo de Luanda continuará a primar por priorizar as ações que visam a melhoria das condições sociais. Eu pessoalmente vou-me engajar porque sei o sacrifício de muitos de vocês", assegurou Adriano Mendes de Carvalho, empossado nas funções em setembro passado.

"Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, o orgulho do povo angolano" é o lema das celebrações do Dia do Antigo Combatente em Angola, que juntou hoje, no Cine Atlântico, em Luanda, centenas de antigos combatentes.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Segunda, 22 Janeiro 2018 22:13
Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

.
.
.