Angola tem dívida externa de USD 38 biliões

Angola tem dívida externa de USD 38 biliões

O stock da dívida externa da República de Angola está avaliado em 38,06 biliões de dólares norte-americanos, anunciou, nesta quarta-feira, o ministro das Finanças, Archer Mangueira.

Segundo o governante, que falava numa conferência de imprensa para apresentação do Programa de Estabilização Macroeconómica de 2018, o stock da dívida governamental estimada para 2017 "foi de cerca de 12,2 mil milhões de kwanzas".

Essa cifra (12,2 mil milhões) representa quase 67 porcento do Produto Interno Bruto (PIB).

Até ao ano de 2010, Angola tinha uma divida externa estimada em 30 biliões de dólares norte-americanos, cerca de 38,7 porcento do PIB.

Para equilibrar a balança de pagamento e honrar os compromissos com os parceiros internacionais, o Executivo prevê renegociar a dívida externa, já a partir de 2018.

O ministro da Finanças diz que está será uma prioridade do Executivo, sublinhando que se pretende renegociar a maturidade, a taxa de juros e o conjunto de condições que constituem as linhas de crédito contraídas por Angola.

A respeito dessa matéria, o ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior, explicou, na conferência de imprensa, que os défices orçamentais que Angola vem incorrendo levaram a um aumento do endividamento.

Nessa senda, a dívida pública, que representava menos de 30 porcento do PIB em 2013, ascendeu rapidamente para quase 60 porcento, em 2016.

O maior endividamento interno do Estado, clarificou, elevou as taxas de juro internos, reduzindo o potencial do crescimento económico, principalmente o que poderia ser promovido pelo sector privado, por via do crédito bancário.

O endividamento do Estado, ao aumentar as taxas de juro do mercado, prejudicou o investimento privado, necessário para o crescimento económico do país.

Rate this item
(0 votes)
.
.
.