Um dos secretários do Presidente de Angola lançou ontem um livro/reportagem sobre o primeiro ano de mandato de João Lourenço à frente do país, obra que só foi do conhecimento do chefe de Estado angolano depois de concluída.

O Presidente de Angola realiza entre 22 e 24 de novembro uma visita a Portugal, que inclui no primeiro dia uma sessão no Parlamento e uma cerimónia nos Jerónimos.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, expressou hoje preocupação com a saída de congoleses de Angola, afirmando que as normas internacionais de proteção de refugiados em caso de conflito devem ser respeitadas.

A Assembleia Geral das Nações Unidas elegeu o diplomata angolano Makiese Kinkela Augusto para o Comité Consultivo para as Questões Administrativas e Orçamentais da ONU (CCQAB) para o período 2019-21, noticiou hoje a imprensa local.

O Governo angolano vai rever em 2019 o atual sistema de atribuição gratuita de combustível a vários destinatários, suportado pelo Orçamento Geral do Estado (OGE), mantendo a suspensão de regalias a titulares de cargos públicos.

O líder do grupo parlamentar da UNITA, maior partido da oposição angolana, disse hoje em Luanda que a proposta de Lei do Repatriamento Coercivo e Perda Alargada de Bens vem atrasada, porque alertou e deu tempo aos prevaricadores.

Angola e a República Democrática do Congo (RDC) criaram uma comissão de peritos, para reunir em Luanda, capital angolana, "o mais cedo possível", para analisar e propor soluções adequadas à exploração marítima e prospeção de petróleo.

O líder da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE) lamentou hoje que os tribunais angolanos façam "mais política do que jurisprudência", o que pode retrair o interesse de investidores internacionais.

O Presidente angolano, João Lourenço, decretou hoje mudanças nas administrações da Televisão Pública de Angola (TPA) e da agência noticiosa ANGOP, bem como do grupo editorial que controla o Jornal de Angola, três empresas estatais de comunicação social.