Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O Governo angolano afirmou hoje que nunca escamoteou os dados sobre a dívida pública de Angola nem houve qualquer tentativa para esconder informação.

Selecionador da República Democrática do Congo, Florent Ibengé convocou Tresor Mputu e Chancel Mbemba do futebolista do FC Porto para o encontro com o Congo da fase de qualificação da Taça das Nações Africanas (CAN).

Os diamantes geraram 264 milhões de dólares (231,7 milhões de euros) em receitas para Angola no terceiro trimestre deste ano, registando, contudo, uma diminuição em 52,5 milhões de dólares (46 milhões de euros) comparativamente ao período homólogo.

O Sindicato Nacional dos Médicos (SNM) de Angola declarou uma greve de três dias, a partir do dia 19 deste mês, para reivindicar melhorias na condição de trabalho e salarial.

A proposta de Lei sobre a Liberdade  de Religião, Crença e Culto, que vai à discussão e votação na generalidade, na Assembleia Nacional, no dia 21 deste mês, amplia a protecção da liberdade de crença dos cidadãos e regula o exercício da actividade religiosa.

O Governo angolano admitiu hoje que o peso da receita petrolífera no Orçamento Geral do Estado (OGE) "torna refém a execução da despesa e da receita", considerando que o "fantasma da dependência petrolífera precisa de ser continuamente repensado".

A operação “Resgate”, que visa, entre outros objectivos, repor a autoridade do Estado, começa hoje, em simultâneo, nas 18 províncias do país, mas sem excesso de agentes nas ruas, disse, ontem, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Geral da Polícia Nacional.

Um dos secretários do Presidente de Angola lançou ontem um livro/reportagem sobre o primeiro ano de mandato de João Lourenço à frente do país, obra que só foi do conhecimento do chefe de Estado angolano depois de concluída.

O Presidente de Angola realiza entre 22 e 24 de novembro uma visita a Portugal, que inclui no primeiro dia uma sessão no Parlamento e uma cerimónia nos Jerónimos.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, expressou hoje preocupação com a saída de congoleses de Angola, afirmando que as normas internacionais de proteção de refugiados em caso de conflito devem ser respeitadas.