×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Akwá apela determinação aos Palancas Negras no CHAN2018

O antigo capitão da Selecção Nacional de futebol Fabrice Mayeco "Akwá" aconselhou hoje, em Luanda, a uma grande responsabilidade e determinação dos jogadores angolanos, para superarem as dificuldades no CHAN2018, que se disputa de 13 deste mês a 4 de Fevereiro próximo, no Reino de Marrocos.

Em antevisão a participação dos Palancas Negras, na prova reservada aos jogadores que actuam nos campeonatos internos, o ex-craque referiu à Angop, que os angolanos precisam de entrar moralizados e encararem os adversários sem receios na luta por resultados positivos, que dignifiquem o país.  

“Acho que a Selecção Nacional deve primar por uma postura de responsabilidade e determinação, para que os resultados possam ser positivos. É preciso haver moralização e esforço colectivo na concretização dos objectivos preconizados. Sei que houve problemas na convocatória, com ausência de alguns jogadores, mas que os presentes podem mostrar estarem em condições de representarem condignamente o país”, disse.              

Acrescentou que os substitutos dos primeiros convocados do novo treinador sérvio Srdjan Vasiljevic, devem aproveitar a montra da competição, também para evidenciarem-se com actuações que os possa projectar, a título de grupo e individuais.

Dos adversários da primeira fase, designadamente Burkina Faso, Camarões e Congo Brazzaville, referiu que o nível competitivo atingido pelo campeonato angolano (Girabola), permite encara-los com alguma perspectiva em resultados positivos, desde que haja uma grande entrega por parte dos representantes nacionais.    

Sobre o novo seleccionador, adiantou que as presenças dos experientes adjuntos Love Kabungula, antigo jogador, e Silvestre Pelé, que foi treinador da Académica do Lobito, poderão auxiliar da melhor forma na condução da equipa.          

Quanto aos convocados, o atleta Bugos (Petro Atlético de Luanda) e Ado Pena (Sagrada Esperança) foram os últimos a serem dispensados da selecção nacional.

Em conferência de imprensa, realizada nesta quarta-feira, na capital do país, o técnico nacional, o sérvio Srdjan Vasiljevic, anunciou os 23 jogadores.  

Trata-se de Landu, JB, Rui, Vá, Almeida, Herenilson, Manguxi, Mira, Wilson, Job, To Carneiro, Nary, Moco, Mano Calesso, Medá, Lito, Gui, De Paizo, Caporal, Celso Barros, Chiló, Fofó e Paty.

A partida para Marrocos acontece domingo, dia 7. Na segunda edição, em 2011, Angola foi finalista derrotada pela Tunísia, decorrida no Sudão.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Quarta, 03 Janeiro 2018 21:47
.
.
.