×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O ministro da Economia e Planeamento angolano considerou hoje "uma década perdida" o período entre 2007 e 2017, com "momentos considerados de bonança do petróleo", mas que não foram capazes de assegurar o nível e eficácia das receitas.

O analista do Bank of America ML que segue Angola considerou hoje que a depreciação do kwanza está em linha com as recomendações do Fundo Monetário Internacional e sustenta os ajustamentos macroeconómicos em curso no país.

O Presidente angolano nomeou hoje para presidente do Tribunal Supremo, o juiz conselheiro Joel Leonardo, que substitui no cargo Rui Ferreira, depois do seu pedido de renúncia.

O presidente do grupo parlamentar do MPLA, Américo Cuononoca, disse hoje, na cidade da Praia, que Cabo Verde pode assumir um papel de "professor" de Angola na implementação das primeiras eleições autárquicas, em 2020.

O antigo primeiro-ministro de Angola, Marcolino Moco, diz que o actual modelo de combate à corrupção e impunidade levado a cabo pelo Presidente João Lourenço é injusto.

A Assembleia Nacional de Angola retirou hoje o mandato de deputada, pela bancada do partido no poder, MPLA, a Welwitschea dos Santos, devido ao prolongado tempo de ausência nas reuniões plenárias e de trabalho.

A consultora Economist Intelligence Unit (EIU) considerou hoje que a previsão de recessão em Angola este ano mostra "as dificuldades que a economia enfrenta", e que a estimativa de crescimento de 1,8% para 2020 "é irrealista".

O Presidente da República, João Lourenço, nomeou hoje (segunda-feira) Nuno dos Anjos Caldas Albino “Nuno Carnaval” ministro da Comunicação Social, em substituição de Aníbal João da Silva Melo, exonerado na mesma data.

As actividades de cinco superfícies comerciais, entre intermédios e de grande dimensão, foram temporariamente suspensas, neste sábado, no Huambo, pela Inspecção-Geral do Comércio, por estarem a especular os preços da cesta básica, depois da entrada em vigor do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), no passado dia 01.

A polícia angolana dispersou hoje com bombas de gás lacrimogéneo mais de 200 estudantes e ativistas que se manifestavam, em Luanda, contra a pretensão do Governo de cobrar propinas no ensino superior regular, a partir de 2020.

+ Lidos

Error: No articles to display

Previsão do Tempo

Uige