×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, condenou neste sábado (10), em Luanda, os cidadãos que nas redes sociais têm disseminado mensagens que visam desacreditar o processo de mudanças sociais e económicas em curso no país.

O político nega qualquer ligação a empresária Isabel dos Santos, na sequência dos últimos rumores que a apontavam entre os apoiantes do Partido do Renascimento Angolano - Juntos por Angola (PRA-JA).

O Despacho Presidencial 185/14 de 19 de Setembro, assinado pelo ex-Presidente da República, justifica a celebração do contrato com a necessidade de reduzir o défice energético na região de Malange e Sistema Norte, assim como a diversificação das fontes energéticas.

O empresário libanês Kassim Tajideen, que durante vários anos operou em Angola, foi condenado na sexta-feira, 9, a cinco anos de prisão por um tribunal federal americano em Washington, por conspiração para braqueamento de capitais com o fim de evitar sanções americanas.

O Serviço de Investigação Criminal apresentou hoje ( sexta-feira), em Luanda, sete homens de uma rede de nove alegadamente envolvidos no desvio de um bilhão e 596 milhões de Kwanzas, desde 2013, das Forças Armadas Angolanas (FAA).

O Inspetor-geral do Ministério da Saúde, Miguel de Oliveira, explicou na noite desta quinta-feira que parte das ambulâncias parqueadas no Centro Ortopédico de Reabilitação Física, no município de Viana, estão avariadas.

O conselheiro da Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (Erca), Carlos Alberto, denunciou hoje uma alegada "perseguição política criminosa" de que será alvo da parte de militantes do MPLA, partido no poder, afectos ao órgão, e "teme pela vida".

O Governo angolano quer contar com a experiência de Portugal no processo de transformação dos serviços de fiscalização municipal em Polícia Municipal, no âmbito das futuras autarquias locais, cujas primeiras eleições estão marcadas para 2020.

A Sonangol recuperou o controlo do Banco Económico, o antigo Banco Espírito Santo Angola (BESA), e o novo conselho de administração vai ser liderado pelo antigo ministro da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca.

O ministro da Administração do Território e Reforma do Estado angolano defendeu hoje, em Luanda, a necessidade de se gerir “com bastante ponderação e inteligência” o momento de transição até à instalação das primeiras autarquias em Angola.