×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O político Abel Chivukuvuku anunciou hoje, sexta-feira, em Luanda, a sua nova força política, o Partido de Renascimento Angolano - Juntos por Angola (PRA-JA), com o qual pretende concorrer às próximas eleições gerais.

O Governo angolano aprovou um orçamento preliminar de cerca de 175 milhões de dólares para o Plano Nacional de Salvação de Estradas (PNSE), projeto que visa recuperar cerca de 370 quilómetros de estradas do país, disse hoje fonte oficial.

O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, disse, esta quinta-feira, que se a agitação verificada nos últimos tempos continuar, com incitamentos "on-line", a internet poderá ser cortada "para sempre"

O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos (Mirempt) atribuiu nesta terça-feira 35 licenças a pequenas empresas e cooperativas industriais para a exploração de diamantes na província do Uíge.

O provável candidato à presidência da UNITA, Abílio Kamalata Numa, garantiu que se for eleito líder do principal partido da oposição em Angola vai se opor à construção do chamado “Bairro dos Ministérios”.

Afastado da liderança da CASA-CE, o antigo assessor político de Jonas Savimbi apresenta esta sexta-feira o seu novo partido político que vai disputar as autárquicas de 2020.

Quinhentos milhões de dólares norte-americanos é o valor de divisas que o Banco Nacional de Angola (BNA) tem disponível para a venda em leilão de preço e de quantidade, para este mês de Agosto, mais 100 milhões em relação ao mês de Julho.

André Gaspar Mendes de Carvalho "Miau", presidente da coligação Convergência Ampla de Salvação de Angola (CASA-CE), foi designado membro do Conselho da República, nos termos da alínea f) do nº 2 do artigo 135º da Constituição da República de Angola.

O ex-internacional angolano de futebol Fabrice Alcibíades Maieco "Akwá" aplaudiu as ações de combate à corrupção, nepotismo e impunidade em curso em Angola, apelando à "paciência" dos angolanos, porque os "resultados e a mudança não serão repentinos".

O general Manuel Hélder Vieira Dias "Kopelipa" afirmou hoje não ter qualquer ligação com a Soportos, a empresa portuária que explorava os terminais nos Portos de Luanda e do Lobito.