×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

RDCongo: cerimónias fúnebres de Étienne Tshisekedi marcadas para final do mês

As cerimónias fúnebres do histórico líder da oposição da República Democrática do Congo (RDCongo) Étienne Tshisekedi estão marcadas entre os dias 30 de maio e 01 de junho, anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros do país.

De acordo com um documento oficial consultado pela Lusa, o corpo de Étienne Tshisekedi, pai do atual Presidente, Félix Tshisekedi, será transladado da Bélgica para a RDCongo, devendo chegar ao país no dia 30 de maio.

Em 31 de maio, os restos mortais de Étienne Tshisekedi, que morreu em 01 de fevereiro de 2017, deverão ser transportados até ao Estádio dos Mártires, na capital congolesa, Kinshasa, onde ficarão expostos até ao dia seguinte.

A sepultura do antigo líder do partido da oposição União para a Democracia e Progresso Social (UDPS) está marcada para o dia seguinte, 01 de junho.

Em 2011, Étienne Tshisekedi desafiou o então Presidente, Joseph Kabila, acusando-o de fraude da sua reeleição. O filho recusou-se a sentar na Assembleia Nacional.

Étienne Tshisekedi serviu como primeiro-ministro da RDCongo por três ocasiões: em 1991, entre 1992 e 1993, e em 1997.

Embora tenha participado no Governo do ditador Mobutu Sese Seko, Étienne liderou também a campanha contra este, tendo sido dos poucos políticos que enfrentou o déspota.

Em 24 janeiro de 2017, Étienne abandonou a RDCongo e viajou até à Bélgica para tratamento médico neste país, repetindo um procedimento que já realizara em 2014.

Étienne Tshisekedi morreu uma semana depois, em Bruxelas, aos 84 anos.

Nas eleições de dezembro de 2018, Félix Tshisekedi conquistou 38,57% dos votos, de acordo com dados da Comissão Eleitoral Nacional Independente validados pelo Tribunal Constitucional.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Terça, 21 Maio 2019 22:05
.
.
.