×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O aviário “Ovo Lélé” localizado em Oypembe, Cunene, sente “na pele” e de forma bastante severa as duras consequências da seca naquela província.

O porta-voz e deputado da UNITA, Alcides Sakala Simões, formalizou hoje a sua candidatura à liderança do maior partido da oposição angolana, defendendo que a formação política está pronta para governar e quer “aprofundar a democracia”.

A União Europeia congratulou-se hoje com a adesão de Angola a três tratados internacionais de proteção dos direitos humanos, designadamente abolição da pena de morte, fim da tortura e eliminação de todas as formas de discriminação racial.

O ex-delegado da Justiça e dos Direitos Humanos no Uíge, Miguel Cutoca, tentou subornar com “avultados valores em kwanzas” agentes do Ministério Público encarregados de investigar e instruir o processo em que é acusado de peculato, branqueamento de capitais e outros.

O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos de Angola abre hoje o concurso público internacional para atribuir direitos de prospeção e exploração de minas de diamantes, ferro e fosfatos, nas províncias das Lundas, Cuanza Norte, Cabinda e Zaire.

O secretário para as Relações Internacionais e porta-voz da UNITA, Alcides Sakala Simões, formaliza hoje a candidatura à liderança do partido, depois de o presidente do grupo parlamentar, Adalberto Costa Júnior, ter feito o mesmo na última sexta-feira.

O líder parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, é o primeiro dos cinco pré-candidatos à liderança do partido a anunciar a entrega das assinaturas necessárias para formalizar a candidatura, informou o partido num comunicado.

Portugal já conta com mais de 3000 angolanos a frequentar o ensino politécnico, a segunda maior comunidade estudantil estrangeira no país, disse hoje em Luanda o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A UNITA congratulou-se hoje pelo que considera uma "batalha frutífera", referindo-se à destituição do magistrado Rui Ferreira dos cargos de juiz presidente do Tribunal Supremo e de presidente do Conselho Superior da Magistratura Judicial.

A Sonangol rejeitou as ofertas que recebeu para os dois imóveis que colocou à venda no final de Agosto, decidindo voltar a pôr os dois activos à venda, mas sem indicar um prazo, noticiou o jornal português “Jornal de Notícias” citando fonte ligada ao processo.