Gazeta Uigense - Gazeta Uigense
Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, orientou, hoje, a sétima reunião ordinária do Secretariado do Bureau Político, que analisou a problemática da escassez de combustíveis, que se regista no país, cujo impacto afecta o sector produtivo e a vida das populações, em geral.

A venda de combustíveis em Angola, onde se regista escassez desde sexta-feira, está a regressar lentamente à normalidade, mas, apesar de a grande maioria dos postos já ter gasolina e gasóleo, as filas continuam a ser longas e demoradas.

O Presidente de Angola, João Lourenço, afastou hoje Carlos Saturnino do cargo de presidente do conselho de administração da Sonangol, nomeando para as mesmas funções Sebastião Pai Querido Gaspar Martins, atual administrador da petrolífera estatal angolana.

O grupo parlamentar da UNITA, maior partido da oposição angolana, solicitou hoje a presença do Presidente de Angola, João Lourenço, na Assembleia Nacional, para um "debate urgente sobre a crise de governação actual".

Um cidadão vietnamita foi interceptado no aeroporto de Luanda pela polícia angolana na posse de quase 575 mil dólares com que pretendia deixar Angola, indicou hoje fonte policial.

O empresário angolano José Ferreira Ramos foi detido terça-feira, após interrogatório na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) que decidiu pela prisão preventiva.

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Luanda desmantelou um grupo integrado por cinco pessoas, sendo quatro vietnamitas e um chinês, que captava mulheres asiáticas para a prostituição na capital do país.

Os cartões da marca internacional American Express (AMEX) passam a ser aceites nas caixas automáticas da rede "multicaixa", administrados pela Empresa Interbancária de Serviços (EMIS), soube hoje a Angop.

A FNLA considerou “imprecisa e com fundamentação deficiente” a decisão do Tribunal Constitucional que invalida o II Congresso extraordinário, realizado em Junho do ano passado, na cidade do Huambo, pela direcção de Lucas Ngonda.

O Governo angolano pretende cortar 9% nas despesas públicas de 2019, reduzindo ainda o preço de referência do barril de petróleo para 55 dólares, conforme proposta de revisão ao Orçamento Geral do Estado (OGE) entregue hoje no parlamento.