×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Presidente do Tribunal Supremo angolano renuncia cargo

O Presidente da República, João Lourenço, aceitou, esta quinta-feira, um pedido de renúncia do cargo de juiz-conselheiro presidente do Tribunal Supremo, apresentado por Rui Ferreira. O magistrado diz, em comunicado, que já informou da decisão aos restantes juízes e “às entidades competentes”. .

Rui Ferreira , alega que renunciou por ter estado sujeito nos últimos meses ” à pressão de uma campanha intensa e cruel de mentiras , deturpação de factos , intrigas, calúnias e insultos” que estariam a lesar a sua reputação, dignidade e a prejudicar a sua saúde e imposto um sacrifício à sua família.

O magistrado diz que vai voltar a dedicar-se à docência na Universidade Agostinho, de onde é professor associado.

“Perdoem-me se voz decepciono com esta desistência, mas a saúde, a família, a honra, a dignidade e a paz estão antes do exercício de funções públicas em circunstâncias de tanta adversidade e excessivo esforço”, declarou o juiz-presidente demissionário.

Rui Ferreira tem vindo a ser acusado (entre outras) de envolvimento em casos de corrupção e em negócios incompatíveis com o cargo que exerce.

De acordo com a Secretaria para os Assuntos de Comunicação Institucional e Imprensa do Presidente da República, o pedido foi “aceite no interesse da salvaguarda do bom nome da Justiça angolana”.

A nota anuncia que, nos próximos dias, “vai ser dado início ao processo de sua substituição, de acordo com o previsto na Constituição da República e na Lei”.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Quinta, 03 Outubro 2019 19:29
.
.
.