×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

Brasil supera expulsão, faz 3 a 1 no Peru e conquista a Copa América. Equipe do Tite consegue vitória no Maracanã e ganha o torneio pela nona vez na história

For google

For pdfjs

 

 

O presidente do parlamento português enalteceu neste sábado, em Luanda, o papel “fundamental” de António Agostinho Neto, não só na luta pela independência de Angola, mas também na mudança de regime em Portugal, protagonizada em 1974.

O Tribunal Supremo ordenou, na quinta-feira, a soltura do empresário da Costa do Marfim Dabine Dabire, preso há um ano e quatro meses, na cadeia de Viana, em Luanda, por “inexistência do juízo de probabilidade de que terá cometido os crimes de que foi pronunciado”.

O Tribunal Provincial de Malanje condenou, na quinta-feira, com a pena de prisão maior de três anos e dois meses, os directores geral e administrativo do Hospital Provincial Materno Infantil, Mateus Paquete e Teodoro Calandula, respectivamente, pelo crime de peculato e violação das normas de execução de planos orçamentais.

O secretário de Estado adjunto norte-americano para os Assuntos Africanos considerou hoje os esforços de combate à corrupção em Angola "um sinal positivo" para os investidores estrangeiros, sustentando que "projetam estabilidade" para todo o continente.

O ministro dos Recursos Naturais e Petróleo de Angola, Diamantino Azevedo, disse hoje à Lusa que a empresa nacional de diamantes (Endiama) vai ser privatizada e o seu capital será parcialmente disperso em bolsa.

A deputada angolana Eulália Rocha condenou hoje a atitude de algumas instituições do país por "supostamente exigirem testes de VIH/Sida para contratar", considerando ser uma "atitude inaceitável" e que deve ser denunciada.

O governador do Uíge, Pinda Simão, valorizou hoje, quinta-feira, na capital da província, o potencial hídrico, florestal, agrícola e mineiro local, e do país no geral, que deve ser usado pelos empresários para o aumento da produção nacional em substituição das importações.

Os familiares do pessoal diplomático e consular de Portugal e Angola vão passar a poder exercer actividades remuneradas no respectivo estado de acreditação, segundo o acordo aprovado hoje pelo Conselho de Ministros português.