Gazeta Uigense - Homem morto em Viana quando assistia jogo de Barcelona e Lyon

Homem morto em Viana quando assistia jogo de Barcelona e Lyon

Um homem de 52 anos morreu, na noite de Quarta-feira, depois de ser sido baleado a queima-roupa, no Luanda Sul, município de Viana, em Luanda, quando assistia a partida de futebol entre o Barcelona de Espanha e Lyon de França a contar para Liga dos Campeões da Europa.

Segundo uma fonte da Polícia Nacional, em declarações à Angop, o crime ocorreu depois de dois elementos, não identificados, abordo de uma motorizada e munidos de armas de fogo terem feito um “arrastão” a 20 outras pessoas que se encontravam a assistir a partida, tendo roubado os telemóveis e na retirada dispararam contra os clientes.

Este acto, segundo a fonte, ocorreu no interior de um restaurante de referência na zona, resultando também no ferimento grave de um outro cidadão.  

“A polícia está já no encalço dos suspeitos para detê-los, esclarecer o caso e encaminha-los ao Ministério Público”, afirmou a fonte.

As vítimas, de acordo com a fonte, chegaram a ser encaminhadas para uma unidade  hospitalar, onde uma morreu horas depois enquanto a outra encontra-se nos cuidados intensivos.     

Entretanto, moradores do bairro Luanda-Sul, na zona dos 4 Campos apelam para o reforço do patrulhamento policial, com o objectivo de dissuadir as acções criminosas.

Na zona são recorrentes os assaltos em residências e na via pública, com recurso a arma de fogo, bem como o registo de homicídios voluntários, violações  e roubos.

Quatro supostos marginais mortos em confronto em Viana

Quatro homens, com idades entre os 18 e 24 anos, pertencentes a um grupo que realizava assaltos na via pública foram mortos em confronto com a Polícia Nacional na noite de quarta-feira, no bairro do Capalanca, município de Viana.

Os supostos delinquentes apercebendo-se da presença policial, por intermédio de uma denúncia, efectuaram disparos contra os agentes que responderam ao ataque disparando contra os elementos do grupo.

A informação foi feita hoje, quinta-feira, pelo director do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação de Luanda do Ministério do Interior, intendente Mateus de Lemos Rodrigues.

O oficial aconselhou os cidadãos a não enfrentar as forças policiais quando forem interpelados e a seguirem as orientações das autoridades.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Quinta, 14 Março 2019 22:34
.
.
.