×

Atenção

Erro ao carregar arquivo XML

Gazeta Uigense

Gazeta Uigense

João Lutonadio da Bragança

Jornalista e Redator do Diário regional Gazeta Uigense 

gazetauigense@gmail.com

O presidente do MPLA, João Lourenço, reconheceu esta sexta-feira, em Luanda, os danos causados à economia, aos cidadãos angolanos e à imagem externa do país, em consequência da corrupção, nepotismo e da impunidade instalada pela anterior governação do partido no poder.

A entrada da Gemcorp no projeto da refinaria de Cabinda terá contado com o empurrão do ex-presidente da Sonangol, que assim ganhou pontos junto de João Lourenço. Do outro lado do fio já há empresas a perguntarem o preço da Unitel.

A justiça portuguesa mandou congelar dezenas de contas bancárias de Isabel dos Santos e das suas empresas, bem como do seu marido Sindika Dokolo, que estão domiciliadas em bancos portugueses, apurou o Jornal Económico. Congelamento surge depois de comunicação de operações suspeitas ao DCIAP e UIF da PJ e a pedido de cooperação judiciária de Angola.

A empresária angolana diz ser estar a ser vítima de perseguição e não descarta a possibilidade de candidatar-se às eleições presidenciais que se realizam em 2022.

A Procuradoria-Geral da Repúbica (PGR) vai abrir, nos próximos dias, um inquérito sobre as denúncias de corrupção feitas pelo site "Maka Angola" contra o delegado provincial do Cuando Cubango das Finanças e o chefe da Repartição Fiscal de Menongue.

Entre as várias empresas ligadas ao ex-vice-presidente de Angola começamos por destacar aquelas que recentemente o Estado angolano reconheceu como tal.

Isabel dos Santos ameaça expor operações da Sonangol. Manuel Vicente diz que “ninguém sai vencedor” desta guerra iniciada após a saída de José Eduardo dos Santos do poder, há dois anos, a guerra que desde o fim do ano opõe no Tribunal Provincial de Luanda o Presidente João Lourenço à filha do seu antecessor parece configurar a morte anunciada do império de Isabel dos Santos.

O director do gabinete de comunicação e imprensa do Ministério do Interior, Waldemar José, anunciou nesta quinta-feira, em Luanda, a abertura de dois processos crimes contra responsáveis da Igreja Universal do Reino de Deus.

O presidente do grupo parlamentar da Unita, Adalberto da Costa Júnior, venceu a corrida à liderança do partido, tornando-se no terceiro presidente, após o fundador Jonas Savimbi e Isaías Samakuva, que chefiaram o “Galo Negro” nos últimos 16 anos.

As operações cambiais privadas passam a ser feitas, a partir do próximo mês de Janeiro, sem necessidade de apresentação de qualquer documentação, como acontece actualmente, anunciou o Banco Nacional de Angola (BNA), num aviso divulgado na sua página oficial na Internet.

Página 1 de 335

+ Lidos

Error: No articles to display

Previsão do Tempo

Uige